Introíbo ad altáre Dei. Ad Deum qui laetíficat juventútem meam. Vou-me aproximar do altar de Deus. Do Deus que é: A alegria da minha juventude!

quarta-feira, 30 de março de 2011

Vivendo a Quaresma: Arrumando o altar para rezar a Via Sacra.


Suponho que todo aquele que se diz católico e ama a Santa Igreja já possui um belo, mesmo que pequeno, altar dedicado a Nossa Senhora, em algum cômodo da casa, algumas vezes na sala ou no quarto, diante do qual a família se reune, ou ao menos uma alma mais devota, para a recitação do Santo Terço e/ou a realização das orações diárias e particulares. Este altar geralmente possui ou uma imagem da Mãezinha do Céu, ou de um santo ao qual se é especialmente devoto, ou o Crucifixo, ou a Bíblia ao centro, enfim, é o sinal visível de um lar católico e, junto com ele, da ternura de um coração disposto à oração.
Durante o tempo da Quaresma os cristãos costumam dedicar-se de maneira especial à oração da Via Sacra. E, por que não organizar o altar, com todo carinho, em vista de consolar o Crucificado?
Eu arrumei o meu, buscando direcionar o olhar e a atenção ao Cristo que se imola por amor a nós, e partilho com vocês. Não reparem a simplicidade!
            Para a organização do altar eu utilizei:



Uma tolha (de preferência, roxa, por causa do tempo litúrgico) – seria bom que tivéssemos toalhas de várias cores e algumas rendas para a composição do altar ao longo do ano – e o Crucifixo, ao centro, pois Nosso Senhor crucificado merece toda a nossa atenção.

“Ele morreu por todos a fim de que aqueles que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que morreu e ressuscitou por eles.” (2 Coríntios 5, 15)


Num porta-retrato eu coloquei a imagem de Nossa Senhora das Dores; quis exemplificar que, mesmo que você não tenha uma bela imagem de resina,  porcelana ou gesso, não tem desculpa para não colocá-la em nosso lar e, como Ela, nos colocarmos aos pés de Jesus Crucificado.



Esta foi a imagem que revelei como fotografia. Você pode utilizar esta mesma imagem ou a de outro título de Nossa Senhora de sua preferência; mas, por se tratar da Via Sacra, eu escolhi a de Nossa Senhora das Dores. Vamos acompanhá-La nesse suplício?!


Do outro lado da Cruz eu coloquei uma pequena ilustração da Via Sacra, também num porta-retrato. Já que vamos rezar a Via Sacra não pode faltar a ilustração, não é mesmo?!



Esta é a montagem que eu fiz com a ilustração das estações da Via Sacra.
Em frente de Nosso Senhor Crucificado e da ilustração da Via Sacra, coloquei uma pequenina coroa de espinhos e três pregos, para nos direcionar à honra das chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo (futuramente, postarei, aqui, a Coroa em honra das cinco chagas de Jesus).


A coroa de espinhos eu fiz com aquela plantinha cheia de ramos longos e espinhentos. Enfiei um arame por dentro dela (como se fosse um canudo), uni e prendi as pontas do arame, de maneira que o ramo ficasse redondo, semelhante a uma coroa de espinhos.
Os cravos são simbolizados pelos três pregos (pregos mesmo!).
Eu pintei, com tinta marrom, as pontas do arame e depois passei verniz tanto na coroa como nos pregos.
Desculpem-me a coroa de espinhos ter ficado tão pequenina? Minha força (feminina) não me permitiu muita desenvoltura com arames, alicates e espinhos.


Bom, este foi o altar que eu arrumei para rezar a Via Sacra. Imagino que o de vocês ficará ainda mais bonito, afinal, todos devemos buscar revelar por gestos concretos nossa ternura e gratidão a Nosso Senhor, mesmo que seja organizando um pequeno e simples altar, como o meu. Agora, é só rezar e consolar a Jesus Crucificado e a Nossa Senhora das Dores, atentos ao que nos diz São Boaventura:

Não há prática mais proveitosa para a inteira santificação da alma do que a freqüente meditação nos sofrimentos de Jesus Cristo”.





Próxima postagem:
Vivendo a Quaresma: Coroa em honra das cinco chagas de Jesus Crucificado.


3 comentários:

  1. Olá, Nívea, Salve Maria!

    Descobri seu blog hoje!

    Gostei do altarzinho da Via-Sacra que você fez, especialmente da coroazinha de espinhos. Lindo gesto de piedade!

    Fica com Deus e continue seu apostolado!

    ResponderExcluir
  2. Ficou uma gracinha o seu altar! Eu tenho um na minha sala. Mas ele nunca está do jeito q eu quero, pq meus filhos sempre acrescentam alguma coisa...rsrs
    Qdo o meu filho era menor e me trazia uma flor, nós sempre a colocávamos aos pés de Nossa Senhora...
    Aliás, não sei se vc reparou, mas eu conheço muitos católicos...Aí, entro na casa deles... cadê o sinal da sua devoção? Nada, nem um crucifixo... Acho q católicos com altar em casa são raros...
    Abs,
    Marisa

    ResponderExcluir
  3. A paz, Marisa!
    Obrigada pelo comentário!
    É verdade, nem todos os católicos prestam a atenção em arrumar um altar em casa, ainda que seja tão simples como este, principalmente os que não procuram ter uma vida de oração.
    Fico feliz em saber que seus filhos acrescentam alguma coisa ao altar, é sinal de que eles se sentem envolvidos e que é algo significante pra eles. Acaba sendo uma grande oportunidade para catequese...
    É esse tipo de devoção, que nasce no seio do lar, que cria um terreno fértil para as outras práticas de piedade.
    Eu gosto muito!
    Espero que tenha servido de inspiração e levado muitos à oração.

    Contemplemos Jesus na escola de Maria!

    ResponderExcluir

Salve Maria!
Muito obrigada pela disponibilidade em escrever-me seu comentário! Ele proporciona um feedback sobre as postagens e isso pode ser maravilhoso!
No entanto, peço que não escreva comentários ofensivos ou de duplo sentido e intenção. Eles podem não ser publicados! Penso que, ao visitar o blog, entenda o fim para o qual foi criado e deseje crescer na piedade e devoção.

"Não saia de nossa boca nenhuma palavra inconveniente, mas, boa para edificação, que comunique graça aos que a ouvirem" (Efésios 4,29).

"As palavras amáveis são favo de mel: doce ao paladar e força para os ossos" (Provérbios 16,24).

Contemplemos Jesus na escola de Maria!